O site da Receitas Lá na Roça utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Comer ovo com gema mole é perigoso? Nutricionista esclarece essa dúvida

Comer ovo com gema mole é perigoso? Nutricionista esclarece essa dúvida

Presença de bactéria pode fazer mal ao organismo; entenda riscos e saiba como evitá-los

O OVO é um alimento polêmico. Seu consumo já foi considerado maléfico para a saúde, mas novos estudos mostraram que faz bem, desde que com moderação e seguindo algumas orientações importantes.

Uma delas é a recomendação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que diz que o ideal que é que os ovos sejam cozidos por, pelo menos, sete minutos, para que não haja chances de contaminação.

Essa recomendação tem a ver com a presença da salmonela, uma bactéria que pode estar presente nos ovos e, se ingerida, pode causar problemas de saúde para o organismo.

O que é a salmonela?

 

A nutricionista Simone Bach, do canal do YouTube COZINHA BACH explica que a salmonela é uma bactéria presente no intestino de alguns animais e que, nos ovos, pode se instalar na casca e depois contaminar outras partes do alimento.

Por isso é importante que o ovo seja muito bem cozido antes de ser consumido. E a ingestão de ovos crus ou com a gema mole não é recomendada. Mas, além de serem a preferência de muita gente por causa do sabor ou da consistência, o ovo mole também tem benefícios.

Cuidados ao consumir a gema mole

A gema mole é fonte de colina, vitamina que atua no funcionamento cerebral e ajuda a prevenir doenças como Parkinson e Alzheimer.

Mas, antes de consumi-la desta forma, alguns cuidados simples são necessários para que não haja nenhum risco, como comprar apenas ovos certificados pelo Ministério da Agricultura e escolher sempre os ovos bem frescos, com até sete dias após a data de fabricação.

Outra dica importante tem a ver com o armazenamento. Os ovos devem ficar dentro da geladeira e não na porta, onde há maior variação de temperatura e, consequentemente, maior risco de rachaduras e contaminações.

E é indicado lavar em água corrente apenas na hora do preparo, pois o armazenamento de ovos com a casca úmida aumenta as chances de a bactéria penetrar.

Fonte-https://www.dicasdemulher.com.br

Envie seu comentário