Post Aleatório

Um fígado saudável é essencial para termos saúde.

Ou seja, não dá para pensar em qualidade de vida se tivermos um  fígado doente.

Existem muitos problemas hepáticos que podem causar sérios transtornos e afetar nossa saúde.

Vale a pena, portanto, cuidar do seu fígado e desintoxicá-lo periodicamente.

Uma grande vantagem do fígado é que ele tem a capacidade de se recuperar e continuar a funcionar normalmente depois de várias “agressões”.

No entanto, mesmo assim, ao longo dos anos ele sofre um tremendo desgaste que chega a um ponto em que o dano é irreparável.

Isso resulta em diferentes problemas hepáticos.

Por isso é importante saber detectar um problema no fígado logo no início.

Como?

Estes 15 sintomas podem ser um sinal de algum problema neste órgão:

1. Ganho de peso sem explicação.

2. Desequilíbrios hormonais.

3. Acne, pele muito oleosa ou outros problemas de pele.

4. Dor articular ou muscular crônica.

5. Dores de cabeça recorrentes.

6. Ansiedade ou depressão.

7. Cansaço constante.

8. Dificuldade de concentração.

9. Amarelecimento dos olhos e da pele (icterícia).

10. Sono em qualquer hora do dia.

11. Transpiração excessiva.

12. Alterações intestinais, como diarreia, prisão de ventre ou gases.

13. Urina escura.

14. Distensão e dor abdominal aguda.

15. Mau hálito crônico.

Para melhorar a função hepática e evitar problemas no fígado, é necessário incluir alimentos saudáveis na dieta, bem como incorporar algumas mudanças que podem
ajudar a evitar a sobrecarga no trabalho feito pelo órgão:

– Optar por uma dieta saudável e equilibrada, incluindo, nozes e sementes, alimentos fermentados, proteína animal magra, legumes, alimentos integrais, cereais, gorduras saudáveis, etc.

– Beber bastante água de boa qualidade, entre 6 e 8 copos por dia.

– Comer alimentos ricos em fibras, tais como couve, brócolis, acelga, alcachofras, alface, beterraba, cenoura, linhaça, sementes de chia, etc.

– Reduzir o consumo de frutose (leia-se frutas) a 20 ou 25 gramas diárias.

– Não consumir álcool ou reduzir a sua ingestão.

– Consumir diariamente alimentos que são fonte de enxofre, como brócolis, ovos, alho, cebola e couve.

– Beber em jejum a mistura de um copo de água morna com um limão espremido na hora.

– Aumentar o consumo de folhas verdes , pois elas contêm magnésio, folato, vitamina B e vitamina C.

– Eliminar completamente de sua dieta açúcares refinados.

– Aumentar o consumo de gorduras saudáveis, como o óleo de coco e o de linhaça.

– Eliminar os óleos “inflamatórios” da sua dieta, como canola, milho, soja ou o de girassol não prensado a frio

– Aumentar o consumo de alimentos orgânicos, que não contêm substâncias tóxicas.

– Evite alimentos industrializados como salsichas e outras carnes processadas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: www.curapelanatureza.com.br

As coisas mais extraordinárias são as mais simples, disse certa vez um sábio.

O pensamento vale para tudo na vida, inclusive para a nossa saúde.

Quer ver?

Esta simples combinação é capaz de curar muitas doenças comuns e seus ingredientes são antigos aliados da saúde.

O segredo para tanto sucesso são as propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias dela.

O vinagre de maçã e mel protegem a garganta e o estomago,  podendo curar dores e aliviar o refluxo ácido.

O vinagre de maçã sozinho é muito usado para:

– Tratar problemas digestivos

– Queimar excesso de gorduras

– Aliviar dores nas articulações

No entanto, quando misturado com o mel, seus benefícios são dobrados.

Veja o que o mel e o vinagre de maçã juntos fazem:

– Combatem inflamações

– Eliminam refluxo ácido

– Combatem infecções

– Melhoram o processo digestivo

– Aumentam a energia do corpo

– Combatem hipertensão

– Tratam doenças de pele

– Curam mau hálito

Combatem a obesidade

O que acontece é que os dois ingredientes juntos aumentam o pH do corpo, facilitando o combate a germes e doenças.

O contrário disso acontece quando consumimos carnes, amidos e alimentos processados, pois eles acidificam o sangue.

Gostou?

Então aprenda a fazer sua mistura de vinagre de maçã com mel.

É muito fácil:

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de vinagre de maçã

1 colher (chá) de mel

1 xícara de água potável

Observação: Use, de preferência, ingredientes orgânicos.

MODO DE PREPARO

Misture todos os ingredientes e beba ainda com o estômago vazio – 20 ou 30 minutos antes do café da manhã, diariamente.

Não use este medicamento por muito tempo, no máximo duas semanas.

Este medicamento caseiro também pode reduzir a ação de alguns remédios para diabetes e doenças cardíacas.

Por isso, se você toma algum medicamento, converse com seu médico antes de usar a mistura de mel e vinagre de maçã.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Vamos falar agora de uma das mais poderosas plantas medicinais.

Que planta é essa?

É a tanchagem, cujo nome científico é Plantago major.

Esta planta é muito especial.

Ela limpa o sangue e os pulmões.

O chá de suas folhas serve como cicatrizante; combate diarreia, problemas gastrointestinais e dores de dentes; desinflama os gânglios; faz parar o catarro dos brônquios e desinflama boca e garganta.

É também excelente apoio para quem quer parar de fumar.

As folhas limpas e escaldadas em água fervente aplicadas sobre feridas ou úlceras são cicatrizantes e servem também contra lepra, mordida de cão e queimaduras.

O chá morno também serve para banho de assento em caso de leucorreia.

As folhas como emplastro curam feridas, fístulas e hemorroidas.

A infusão de folhas serve para estancar hemorragias nasais, em caso de retenção de líquidos e para eliminar a tosse e as mucosidades.

As folhas e espigas tomadas em cozimento são excelentes para curar algumas afecções hepáticas e estomacais.

É uma planta com forte ação anti-inflamatória.

Usa-se toda a parte aérea da planta, ou seja, as folhas e o pedúnculo.

Basta esmagar e colocar em água fervente duas colheres de sopa em um litro de água e esperar esfriar.

Coe e está pronto.

Lave muito bem antes em água corrente, pois a tanchagem é muito rasteira e acumula terra e areia com facilidade.

É um excelente cicatrizante.

Para aftas, este chá em bochechos é um grande remédio.

Há relatos de cura de ferida no útero e de HPV.

Nesse caso, tomar o chá de tanchagem com chá de alfavaca durante quatro meses e a cada duas semanas fazer ducha vaginal com o chá de morno para frio.

Esta receita também serve para câncer de colo de útero.

Um resumo das indicações terapêuticas da tanchagem – ela trata:

– Asma e afecções das vias respiratórias, da boca e garganta

– infecções

– gota, excesso de ácido úrico no sangue

– úlcera gástrica

– inflamações nos ouvidos, nos olhos, nas gengivas, na garganta, nas amígdalas, na faringe, no estômago, nos intestinos, nos rins e na bexiga

– gripes

– sinusite

– apendicite

– conjuntivite

– hemorroidas

– problemas urinários

– Diarreia, cólica infantil

– feridas.

Você encontra a tanchagem em boas lojas de produtos naturais ou em casas de ervas medicinais.

Pessoas que não devem tomar o chá de tanchagem: grávidas, lactantes (mulheres que estão amamentando) e cardíacos.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

Fonte: Cura Pela Natureza

Vamos falar neste post de uma fruta muito especial.

Ela tem vária propriedades terapêuticas.

Algumas delas:

1. É um fruto bastante comum na América Central.

2. Alivia o estresse.

3. Fortalece a imunidade do corpo, pois é rico em ferro, fósforo e outras substâncias.

4. Está sendo estudado a todo vapor por pesquisadores da região, especialmente porque tem grande fama de ser poderosa contra o câncer, inclusive mais potente que a graviola.

5. Suas folhas ajudam no combate ao vício do cigarro.

6. Trata distúrbios do sono como a insônia, pois contém grande quantidade do aminoácido triptofano, essencial para restaurar o sistema nervoso.

De que fruta estamos falando?

Do mamoncillo (nome científico: Melicoccus bijugatus), também conhecido como lima-espanhola, papamundo, huaya, limoncillo, quenepa ou guaym.

O mamoncillo é bastante consumido em países da América Central e do Sul, como Nicarágua, Colômbia e Venezuela.

A fruta ainda não é muito comum aqui no Brasil, mas pode ser encontrada na Região Norte do país.

Na Nicarágua, por exemplo, moem-se as suas sementes para eliminar vermes e parasitas.

O fato é que a fruta é alvo de estudos intensos, porque  os cientistas querem provar que o mamoncillo é capaz de curar o câncer.

Para o nutricionista Yaksic Ramiro Gonzales, suas propriedades favorecem pessoas com câncer porque a fruta contém nutrientes que inibem as células cancerosas, ou seja, não deixe que elas se espalhem.

Além dessa maravilhosa notícia, também podemos encontrar no mamoncillo outros benefícios, como:

– Impede a proliferação de vírus e bactérias
– Protege a imunidade da mulher grávida, graças ao seu ácido orgânico
– Ajuda no tratamento de epilépticos
– Combate doenças nos rins
– Cura infecções urinárias
– Regulariza o aparelho digestivo
– Trata infecções nos brônquios
– Acaba com febre alta
– Combate gripes e resfriados
Além disso, ela possui vitaminas B1, B3, B6 e B12 e quantidades consideráveis de sais minerais, aminoácidos e ácidos gordos insaturados, como oleico e linoleico.
E então, vale ou não correr atrás dessa fruta maravilhosa?
Vale sim!
Precisamos popularizá-la no Brasil e incentivar seu plantio.
Afinal, ela é um verdadeiro remédio natural e, com certeza, poderá contribuir muito para a saúde de todos.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: www.curapelanatureza.com.br

Página 5 de 1.499« Primeiro...56...10...Último »
© 2017 · Se for copiar, cite a fonte!
Site Desenvolvido por: