Post Aleatório

As pedras se formam quando a urina contém grande quantidade de certas substâncias (cálcio, ácido úrico) que formam cristais.

O cálculo pode permanecer nos rins por semanas, meses ou mesmo anos, sem causar sintomas comuns.

Os sintomas mais comuns, quando aparecem, são a dor intensa no quadril, calafrios, febre, vômito dor ou queimação ao urinar.

Em tal situação, a primeira coisa que é recomendada é consumir grandes quantidades de líquido (água ou sucos de fruta com propriedades diuréticas, tais como melancia e abacaxi) para estimular que a pedra se mova e seja eliminada do corpo pela urina.

Este processo gera uma grande quantidade de dor e, por isso, os médicos prescrevem analgésicos.

Se a pedra for muito grande, deve ser necessário um procedimento cirúrgico para removê-la.

Os cálculos que não são muito grandes podem ser eliminados por meio de remédios caseiros – mas sempre com o acompanhamento do seu médico.

Vamos ensinar agora duas excelentes receitas naturais para eliminar as pedras nos rins.

São remédios caseiros bem fáceis de fazer.

Nenhum dos dois tem contraindicações.

E eles atuam de forma bem suave, sem causar sintoma desagradável.

Aprenda as receitas:

RECEITA 1

INGREDIENTES

2 cebolas cruas (a roxa é melhor, mas pode ser a branca)

2 limões frescos

3 ramos de salsa

2 litros de água

MODO DE PREPARO

Coloque a água para ferver.

Assim que ferver, desligue o fogo.

Deixe a água esfriar um pouco e transfira depois para uma jarra de vidro.

Corte as cebolas em rodelas e coloque nessa água.

Adicione em seguida o suco dos limões e a salsa.

Deixe repousar por duas horas.

Passado esse tempo, coe a bebida.

Você já pode consumi-la.

Tome ao longo do dia, dividido em cinco ou seis doses.

Faça o tratamento por cinco dias.

Se quiser, pode repeti-lo duas semanas depois.

Os resultados deste simples remédio são impressionantes: os cálculos se desintegram e são eliminados sem sofrimento e sem dor.

Este tratamento também é recomendado para os hipertensos, pois ele baixa a pressão arterial.

Mas não é recomendado para quem sofre de refluxo ou gastrite.

RECEITA 2

Pegue um punhado de salsa e lave bem.

Ferva um litro de água.

No fim do cozimento, adicione duas colheres (sopa) de salsa fresca ou seca.

Feche a panela e espere 10 minutos.

Depois, adicione algumas gotas de limão.

Em caso de infecção urinária, pedras nos rins e problemas no útero e ovários, você deve beber três vezes por dia.

O chá de salsa causa aumento da micção.

Por isso não é recomendado antes de dormir, já que pode prejudicar o sono.

As mulheres grávidas não devem beber este chá devido a possíveis alterações hormonais.

O chá de salsa também pode ser usado para acalmar os nervos e reduzir a ansiedade.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

fonte-https://www.curapelanatureza.com.br

Este texto é especialmente para as mulheres.

Fizemos uma pesquisa com plantas que melhoram a saúde feminina.

A pesquisa resultou numa seleção com plantas que vão ajudar as mulheres a:

diminuir o estresse

– aumentar a energia

– aumentar a excitação

– dormir melhor

– equilibrar hormônios

– aliviar a dor

– combater o envelhecimento precoce

Vale a pena você que é mulher ler este texto.

Os homens também, pois devem repassar para as mãe, irmãs, namoradas e as esposas.

São informações importantes que certamente vão ajudar a quem é mulher a ter uma vida muito mais saudável.

Aí vai a nossa seleção de plantas para as mulheres:

1. CÚRCUMA (AÇAFRÃO-DA-TERRA)

A cúrcuma ou açafrão-da-terra (Curcuma longa, nome científico) é um tempero que não pode faltar na mesa de ninguém, especialmente as mulheres.

Ela atua como um anti-inflamatório natural, antisséptico, antioxidante e antibacteriana e, por isso, previne e combate inflamações e doenças em todo o aparelho feminino.

2. CHÁ VERDE

Muitos estudos indicam que o chá verde é um forte preventivo de tumores.

As mulheres, portanto, podem se beneficiar do consumo de chá verde para se prevenir de câncer, em especial do câncer de mama.

Outro grande benefício do chá verde para as mulheres é a sua capacidade de ajudar a controlar o peso.

O chá verde ajuda a gordura corporal oxidar mais rapidamente e melhora o metabolismo do corpo.

Ele também atua como um supressor do apetite.

3. GENGIBRE

É uma planta de fama milenar.

Para você ter ideia, o sábio chinês Confúcio, que viveu 2.500 anos atrás e morreu com mais de 70 anos (uma raridade para a época dele), citou o gengibre e alguns de seus maravilhosos benefícios (que Confúcio sabia certamengte por uso e intuição, pois não havia pesquisas na época) no livro “Analectos”.

Por que as mulheres devem consumir gengibre com regularidade?

Por várias razões.

Uma delas é que o gengibre é afrodisíaco.

A outra é que o gengibre comprovadamente é eficaz contra enjoo

Então as grávidas devem consumir gengibre quando se sentirem enjoadas.

Para o ginecologista Corintio Mariani Neto, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, “o gengibre é tão eficaz quanto a vitamina B6 (piridoxina) no combate às náuseas e vômitos. Doses de até 1.000 mg diários de gengibre são eficazes, sem quaisquer resultados negativos para a gravidez, e podem ser usadas sem preocupação”.

As pesquisas mostram que o gengibre age no sistema nervoso central inibindo os receptores da serotonina e exercendo efeitos antieméticos (que inibem o vômito)

O gengibre também pode aliviar a dor.

Um estudo realizado pela Universidade de Miami concluiu que o extrato de gengibre é capaz de reduzir a dor e a rigidez em pacientes com osteoartrite.

4. GOJY BERRY

Ela é um tônico para o corpo e a mente.

As bagas da goji berry elevam a fertilidade, fortalecem o coração, aumentam a resistência e amenizam os sintomas da menopausa.

5. CIMICIFUGA OU ERVA-DE-SÃO-CRISTÓVÃO

Você nunca ouviu falar desta erva?

Pois é bom procurar saber mais sobre ela, principalmente se você está na menopausa e está sofrendo com o calorão típico desta fase.

A cimicifuga (Cimicifuga racemosa), também conhecida como erva-de-são-cristóvão, é uma das plantas mais estudadas para tratar os sintomas da menopausa.

A maioria desses estudos mostrou que ela é bastante eficaz na redução dos suores nocturnos.

Acredita-se que essa ação se deva à capacidade da cimicifuga de reduzir os hormônios que causam esses sintomas.

Existe até remédio vendido em farmáciam que contém a cimicifuga para tratar sintomas da menopausa.

Por isso vale a pena, se você está sofrendo com o calorão da menopausa, conversar com seu médico sobre esta erva.

6. DONG QUAI

Esta plantada é reconhecida pelos chineses de “o remédio natural das mulheres”.

Ela é um tônico ginecológico, combatendo diversos problemas, como cólicas e menstruação irregular.

Dong quai é um regulador ginecológico natural que trabalha para equilibrar os níveis de estrogênio e, ao mesmo tempo, acalmar o sistema nervoso.

Além disso, é um poderoso fortificante para o sangue, pois contém um número surpreendente de vitaminas e minerais, como ácido fólico, ácido folínico, ácido nicotínico, biotina e vitamina B 12.

E também ajuda a aumentar o volume de sangue depois de uma cirurgia.

Dong quai pode ser comprada em lojas de produtos naturais e, na forma de cápsulas, pode ser encontrada em alguns mercados e fármacias de manipulação.

7. LINHAÇA

As mulheres sofrem mais de prisão de ventre do que os homens.

E a linhaça, com suas fibras, ajuda a normalizar o funcionamento do intestino.

Além disso, essa semente ameniza problemas femininos como TPM ou sintomas da menopausa.

A linhaça é fonte de ômega 3, ômega 6, antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais.

E ela tem ação fitoestrogênica.

Sabe o que isso significa?

Que ela é rica em um fitoesterol (lignana) que possui ação similar, embora mais fraca, ao estrogênio no organismo.

Por isso ajuda a minimizar os sintomas da TPM e principalmente da menopausa, quando os níveis desse hormônio são baixos.

8. MACA

Esta raiz originária do Peru melhora a função endócrina.

O sistema endócrino inclui todas as glândulas do corpo e os hormônios que essas glândulas produzem.

Esses hormônios controlam funções como fertilidade, digestão, cérebro e fisiologia do sistema nervoso, do sono e níveis de energia.

Consumir a raiz de maca ajuda a aliviar os sintomas menstruais ou menopausa.

E eleva o desejo sexual tanto nas mulheres como nos homens.

A maca peruana é também benéficas para as mulheres porque ajuda com a fertilidade.

Além disso, ela um adaptógeno, ou seja, ajuda o corpo a lidar com o estresse.

A maca é mais facilmente encontrada sob a forma de farinha (em lojas de produtos naturais), que pode ser adicionada a sucos, vitaminas, sopas e saladas (1 colher de sobremesa duas vezes por dia).

9. VITEX

É um forte tônico hormonal para as mulheres.

Ele trabalha diretamente no sistema endócrino e normaliza a glândula pituitária, que é responsável pelo equilíbrio de progesterona e estrogênio no corpo.

Muitos sintomas pode ocorrer quando esses hormônios estão fora de equilíbrio, algo que acontece quase toda vez que a mulher está no ciclo menstrual.

Muitos estudo já provaram que o vitex alivia sintomas da TPM e da menopausa.

Alguns acreditam que ela ajuda a evitar aborto no primeiro trimestre da gravidez e que aumenta a oferta de leite materno depois do nascimento do bebê.

No entanto, as futuras mamães sempre devem consultar o médico antes de consumir qualquer medicamento ou alimento, mesmo que sejam naturais.

Você encontra a erva vitex normalmente em farmácias de manipulação ou homeopáticas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

fonte-https://www.curapelanatureza.com.br

Bateu aquela vontade de comer um doce e não tem nada pronto?

Veja abaixo uma receita absurdamente prática de cocada molhada com leite condensado:

Receita de cocada molhada com leite condensado

Ingredientes

  • 1 e 1/3 de xícaras de leite
  • 1 xícara de açúcar
  • 300 gramas de coco fresco
  • 395 gramas de leite condensado
  • 1 colher de manteiga

Modo de preparo

Em uma panela, leve todos os ingredientes ao fogo e mexa até engrossar.

Em seguida, coloque a massa em uma travessa untada com um pouco de óleo e deixe esfriar.

Pronto! Basta cortar em pedaços e servir.

Receita facílima de cocada molhada com leite condensado:

fonte-https://www.vix.com/

Uma das frutas mais benéficas para a nossa saúde.

É assim que podemos definir  o mamão.

Entre outros nutrientes, o mamão é rico em papaína, uma enzima muito útil nos casos de dificuldade de digerir alimentos.

O mamão maduro é digestivo, diurético, emoliente, laxante, refrescante.

O Bureau of Plant Industry, do Departamento de Agricultura dos Estado Unidos, publicou:  “O mamão possui peculiares e valiosas propriedades digestivas que o tornam de grande valor na dieta. O mamão maduro, esfregado sobre a pele, ajuda a eliminar as manchas, suaviza a cútis áspera e evita as rugas produzidas pela idade. As mulheres nativas consideravam o suco de mamão como seu melhor cosmético.”

Os benefícios do mamão

Flores do Mamoeiro Macho: As flores têm grande aplicação como remédio para combater a rouquidão, a tosse, a bronquite, a traqueíte, a laringite.

Coloca-se um punhado de flores, com um pouco de mel, numa panela ou vasilha resistente à água fervente.

Deita-se por cima um copo de água a ferver.

Tampa-se bem.

Deixa-se esfriar.

Toma-se às colheradas, de hora em hora.

Sementes: Muitos sabem que a semente do mamão é um bom vermífugo, mas ignoram que ela tem igualmente outras aplicações na medicina doméstica.

Afirma-se que as sementes comidas em certa quantidade são recomendadas contra o câncer e  proveitosas contra a tuberculose.
Umas 10 ou 15 sementes frescas, bem mastigadas, favorecem eficazmente a excreção da bile, atuam contra as enfermidades do fígado e limpam o estômago.

As sementes secas e moídas, em cozimento, constituem um bom carminativo, um magnífico emenagogo e um vermífugo de primeira ordem.

Contra os vermes intestinais, emprega-se, de uma só vez, uma colherinha ou mais de sementes moídas, misturadas com mel de abelha.

Repete-se a dose duas ou três vezes por dia.

Raízes: As raízes do mamoeiro, em decocção, são um tônico para os nervos e um remédio para as hemorragias renais.

Também combatem vermes.

Cozinha-se um punhado em uma ou duas xícaras de água, adoça-se com mel, e toma-se durante o dia.

Folhas: As folhas do mamoeiro têm aplicação no preparo de um chá digestivo, que pode ser dado livremente às crianças.

Nos Estados Unidos, as folhas verdes do mamoeiro costumam ser secadas e reduzidas a pó e empregadas na confecção de remédios digestivos.

O suco leitoso extraído das folhas oferece excelentes propriedades vermífugas e tem também utilidades terapêuticas como digestivo e vulner.

Em diversos lugares, os nativos o usam para tratar eczemas, verrugas, úlceras, chagas.

Valor Alimentício

O mamão, quando maduro, é uma fruta saborosa e nutritiva.

O fruto maduro contém doses apreciáveis de papaínas e possui boas qualidades digestivas.

O mamão é um alimento aperiente e ideal para o desjejum, pois contribui para satisfazer as exigências nutricionais do organismo, de manhã, e “limpa” o aparelho digestivo.

Auxilia, além disso, na manutenção do equilíbrio ácido-alcalino do corpo e, nesta sua função, supera o melão, que é considerado um dos melhores álcali-formadores.

O mamão presta-se para admiráveis combinações com outras frutas – figos, ameixas, uvas – frescas ou secas, podendo ser comido ao natural ou com mel.

Quando o mamão não é muito doce, ou mesmo, quando é pronunciadamente amargo, não é necessário desprezá-lo; pode-se aproveitá-lo para batê-lo liquidificador, em mistura com outras frutas e um pouco de mel, no preparo de uma saudável vitamina.

O mamão não deve faltar na alimentação diária das crianças, pois lhes é muito benéfico para a saúde e lhes favorece o crescimento.

Na confecção de doces, geleias, compotas, xaropes, ou outras guloseimas, o mamão perde grande parte dos seus sais, das suas vitaminas e das suas propriedades, pelo que se deve comê-lo, sempre que possível, cru.

O centro meduloso do tronco do mamoeiro, raspado e secado, é uma guloseima semelhante ao coco ralado.Possui boas propriedades nutritivas.

Em alguns lugares é aproveitado no preparo de rapaduras.

O mamão é rico em vitaminas e minerais, tendo cota generosa de vitamina A (pró-vitamina), vitaminas do complexo B e rico teor de vitamina C.

Para aumentar o aproveitamento do ferro numa refeição, pode-se comer pão preto (integral de gergelim) com boa quantidade de mamão.

Resumo das propriedades medicinais

Acidose: Fazer refeições só de mamão. Mastigar algumas sementes.

Anginas: Cataplasma local com a polpa do mamão miúdo e ácido.

Asma: Proceder como indicado em diurese.

Bronquite: Proceder como indicado em rouquidão ou em gripe.

Calos: Aplicar no local o “leite” do mamão, de preferência o “leite” das folhas.

Câncer: Comer em jejum, mastigando, 15 sementes de mamão. Após as refeições, comer cerca de 10 sementes. E são necessários outros cuidados específicos.

Chagas: Proceder como indicado em feridas.

Constipação intestinal: Ver laxante.

Difteria: Além dos cuidados médicos indispensáveis, pingar na garganta, frequentemente, gotas do látex diluído em um pouco de água; gargarejar com esse líquido.

Distúrbios da Digestão: Proceder como indicado em estômago.

Dispepsia: Proceder como indicado em estômago.

Diurese: Recomenda-se fazer refeições exclusivas de mamão ou de suco de mamão. Comer, juntamente, algumas sementes.

Eczemas: Proceder como indicado em feridas.

Eructações: Ver flatulência.

Estômago: Recomenda-se usar mamão maduro em abundância e fazer, esporadicamente, refeições exclusivas desta fruta. Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamão por dia.

Feridas: Aplicar no local o “leite” extraído das folhas.

Doenças do Fígado: Mastigas umas 10 ou 15 sementes de mamão após o almoço.

Flatulência: Proceder como indicado em estômago. Depois de secas, moer as sementes. Preparar um decocto com o pó, filtrar, e tomar morno meia xícara após as refeições.

Gastrite: Ver estômago.

Gripe: Infusão das flores do mamoeiro-macho com um pouco de mel. Tomar 2 a 3 xícaras por dia, mornas.

Icterícia: Proceder como indicado em diurese.

Inchações dos pés: Ver pés.

Influenza: Ver gripe.

Desordens do Intestino: Proceder como indicado em estômago.

Laringite: Proceder como indicado em rouquidão.

Laxante: Fazer refeições exclusivas de mamão, de preferência no desjejum. Comer, juntamente, algumas sementes.

Nervos/ estresse: Picar a raiz do mamoeiro e cozinhar. Tomar duas ou três vezes ao dia.

Para a beleza, ou manchas e rugas da pele: Massagear diariamente a pele com mamão maduro.

Inchações e inflamações dos Pés: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Aplicar, pulverizado e misturado em um pouco de água e sal, na forma de cataplasma, sobre o local.

Prisão de ventre: Proceder como indicado em laxante.

Doenças respiratórias: Proceder como indicado em tosse.

Reumatismo: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Pulverizar e preparar um decoto com esse pó. Filtrar e tomar 3 a 4 vezes por dia.

Rouquidão: Infuso das flores com um pouco de mel. Tomar uma colher de sopa de hora em hora.

Tosse: Picar bem o mamão, misturar com um pouco de mel, levar ao forno. Tomar o xarope que se forma cada vez que a tosse se manifestar. Proceder também como indicado em rouquidão ou em gripe.

Traqueíte: Proceder como indicado em rouquidão.

Tuberculose: Proceder como indicado em tosse. Comer regularmente após o almoço umas dez sementes de mamão.

Úlceras: Proceder como indicado em feridas.

Verminoses: Dissolver 15 gramas (ou uma e meia colher de sopa do suco leitoso do mamão (látex ou “leite”) em meia xícara de água adoçada com mel.

O “leite” extraído das folhas é melhor.

Meia hora depois, tomar purgante de óleo de rícino com suco de limão.

Ou moer as sementes secas, preparar um chá com este pó e tomar meia xícara em jejum.

Ou misturar as sementes pulverizadas com mel de abelhas e tomar três colheres de sopa ao dia.

Ou preparar um decocto das raízes do mamoeiro, adoçar com mel e tomar três xícaras por dia.

Ou tomar o chá das folhas do mamoeiro.

Pode-se experimentar cada um desses procedimentos alternadamente.

Verrugas: Proceder como indicado em calos.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

fonte-http://www.curapelanatureza.com.br/

Página 2 de 1.562« Primeiro...23...5...Último »
© 2017 · Se for copiar, cite a fonte!
Site Desenvolvido por: