Post Aleatório

A fibromialgia ainda não é totalmente compreendida.

Por isso, neste post, falaremos sobre o problema  e explicaremos como podemos tratar essa condição de forma natural.

Trata-se de uma doença que causa uma forte dor muscular crônica.

Muitas vezes, esse sintoma é acompanhado de cansaço e fadiga.

No entanto, os sintomas variam muito de paciente para paciente.

Acredita-se que este seja o motivo pelo qual a medicina ainda tenha dificuldades em definir e compreender a doença.

Além de tudo, geralmente, a vítima da fibromialgia tem sérios distúrbios emocionais, como ansiedade e depressão.

A fibromialgia afeta de 3 a 5% da população mundial e pode atingir crianças também – o que é bem comum.

As mulheres são mais propensas a sofrer desse mal do que os homens.

Infelizmente, muitas vezes os sintomas dessa condição são crônicos e, como já dissemos, variam muito, o que dificulta o diagnóstico.

No entanto, o sintoma mais comum é uma intensa dor e desconforto em várias partes do corpo.

Quando a doença for confirmada, deve-se passar por um tratamento médico para aliviar as dores e os problemas emocionais.

Para você entender melhor como são esses sintomas que definem a fibromialgia, resolvemos listá-los:

1. Dor muscular: dor nos músculos, ligamentos e tendões é um dos sintomas que caracterizam esta doença.

2. Exaustão e cansaço em excesso: pacientes com fibromialgia reclamam de cansaço extremo.

3. Músculos contraídos: os músculos vão se sentir cansados e contraídos, da mesma forma como nos sentimos quando estamos gripados.

4. Queimação na pele: um dos piores sintomas dessa condição.

5. Dificuldade de concentração: alguns pacientes passam por isso nas atividades mais simples do dia a dia.

6. Distúrbios do sono: muita insônia ou sonos interrompidos por dores ou pesadelos.

7. Dificuldade exercício: geralmente, os pacientes com fibromialgia sofrem muita dor e fadiga ao realizar atividades físicas.

Para eles, é praticamente impossível subir uma escada.

8. Intestino irritável: entre 40 e 70% dos pacientes com fibromialgia sofrem de problemas intestinais, como a síndrome do intestino irritável, estômago inchado, diarreia, gases e náuseas.

9. Dores de cabeça e mandíbula: é outro sintoma que pode ocorrer se você sofre desta doença.

Infelizmente, os sintomas não param por aqui.

Há outros sintomas que se desenvolvem em alguns pacientes, como:

fibromialgia

 

– Congestão nasal constante

– Bexiga irritável

– Falta de ar

– Pulsação intensa e irregular

– Tontura

– Menstruação dolorosa

– Boca e olhos secos

– Sensibilidade a certos cheiros, alimentos ou ruídos altos

– Transpiração excessiva

– Perda de equilíbrio

– Membros inchados

Ainda não se sabe ao certo as causas dessa doença, mas se suspeita de alguns fatores, como:

– Depressão e ansiedade

– Desequilíbrio hormonal

– Má alimentação (Recomenda-se que você evite o consumo excessivo de açúcar refinado, farinha e leite, se você sofre desta doença)

– Carência de vitamina D

Tratar a fibromialgia não é nada fácil, pois é uma doença que engloba várias condições.

Por isso, você deve procurar um profissional.

O tratamento, sem os cuidados devidos, pode melhorar alguns sintomas e piorar outros.

A única coisa que você pode fazer só e com segurança é cuidar para que sua dieta seja mais saudável.

REMÉDIOS CASEIROS PARA FIBROMIALGIA

1.  Suco de laranja e couve

INGREDIENTES

1 copo de suco puro de laranja

2 folhas de couve

MODO DE PREPARO

Bater todos os ingredientes no liquidificador e tomar a seguir, sem coar.

Recomenda-se tomar este suco duas vezes ao dia, uma em jejum e outra ao final da tarde.

Este remédio caseiro deve ser tomado diariamente e, em aproximadamente 1 mês, a pessoa se sentirá melhor.

Uma boa dica é, ao sair, levar as folhas de couve lavadas e picadas dentro de um saquinho e, quando for a uma lanchonete ou a um restaurante, pedir para batê-las com o suco puro de laranja.

2. Chá de tomilho e gengibre

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de tomilho seco ou fresco

1 colher (sopa) de gengibre ralado

2 xícaras de água

MODO DE PREPARO

Coloque a água para ferver em fogo alto.

Quando começar a borbulhar, adicione o gengibre e cozinhe por três minutos em fogo baixo.

Perto de desligar o fogo, adicione o tomilho, tampe a panela e retire do fogão.

Deixe o chá esfriar por dez minutos.

Coe e beba.

Consuma duas xícaras por dia.

Se for hipertenso(a), faça sem o gengibre.

Um copo antes do almoço e outro copo antes de ir dormir.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br

Uma fruta especial que tem um efeito tão bom quanto alguns medicamentos para diabetes e pressão alta.

Na verdade, poderíamos afirmar que a grande maioria das frutas podem ser tão boas para algum tipo de problema de saúde como um remédio farmacêutico.

O problema é que muitas vezes desconhecemos os benefícios e as propriedades medicinais dos alimentos, que acabam passando despercebidos.

Felizmente não é o caso da fruta protagonista desta matéria: a amora branca.

Para quem não conhece, essa delícia é nativa da China.

Na colonização, chegou aos Estados Unidos e logo se espalhou para outras partes do mundo.

A amora branca é rica em ácidos orgânicos, vitamina C, fibra dietética, resinas, betacaroteno e pectina.

Mas não para por aqui!

Ela é tão maravilhosa que evita que o açúcar seja processado pelo trato intestinal.

O que isso significa?

Que a glicose é absorvida pela corrente sanguínea lenta e gradualmente.

Com as propriedades antioxidantes da amora branca, podemos combater:

– Febre

– Inflamação

– Dor na cabeça

– Tosse

– Amidalite

– Diarreia

Se você consumir a fruta regularmente, poderá melhorar a saúde do coração, prevenir problemas cardiovasculares e até regular o colesterol.

A Universidade do Texas publicou um estudo recentemente sobre a amoreira branca.

E, para a alegria de todos, a fruta dessa incrível árvore é rica em fenol natural, que é tão bom quanto resveratrol, um antioxidante presente nas uvas que é excelente para combater câncer e doenças cardíacas.

amora branca

E tem mais!

A pesquisa comprovou que ela ajuda a reduzir o açúcar no sangue, prevenindo obesidade, diabetes e inflamações.

Não sabe onde conseguir amora branca?

Você pode fazer um maravilhoso chá de amora branca, que é vendido em lojas de produtos naturais.

Veja como se prepara:

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de folha de amora branca (pode ser o sachê)

500 ml de água

MODO DE PREPARO

Coloque a água para ferver e, quando entrar em ebulição, adicione as folhas de amora branca.

Espere mais uns dois minutos e desligue o fogo.

Deixe descansar por dez minutos.

Beba duas xícara por dia, a hora que desejar.

Este chá também é excelente para o controle do peso e para as mulheres na menopausa.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br

Entre outros nutrientes, o mamão é rico em papaína, uma enzima muito útil nos casos de dificuldade de digerir alimentos.

O mamão maduro é digestivo, diurético, emoliente, laxante, refrescante.

O Bureau of Plant Industry, do Departamento de Agricultura dos Estado Unidos, publicou:  “O mamão possui peculiares e valiosas propriedades digestivas que o tornam de grande valor na dieta. O mamão maduro, esfregado sobre a pele, ajuda a eliminar as manchas, suaviza a cútis áspera e evita as rugas produzidas pela idade. As mulheres nativas consideravam o suco de mamão como seu melhor cosmético.”

Os benefícios do mamão

Flores do Mamoeiro Macho: As flores têm grande aplicação como remédio para combater a rouquidão, a tosse, a bronquite, a traqueíte, a laringite.

Coloca-se um punhado de flores, com um pouco de mel, numa panela ou vasilha resistente à água fervente.

Deita-se por cima um copo de água a ferver.

Tampa-se bem.

Deixa-se esfriar.

Toma-se às colheradas, de hora em hora.

Sementes: Muitos sabem que a semente do mamão é um bom vermífugo, mas ignoram que ela tem igualmente outras aplicações na medicina doméstica.

Afirma-se que as sementes comidas em certa quantidade são recomendadas contra o câncer e  proveitosas contra a tuberculose.
Umas 10 ou 15 sementes frescas, bem mastigadas, favorecem eficazmente a excreção da bile, atuam contra as enfermidades do fígado e limpam o estômago.

As sementes secas e moídas, em cozimento, constituem um bom carminativo, um magnífico emenagogo e um vermífugo de primeira ordem.

Contra os vermes intestinais, emprega-se, de uma só vez, uma colherinha ou mais de sementes moídas, misturadas com mel de abelha.

Repete-se a dose duas ou três vezes por dia.

Raízes: As raízes do mamoeiro, em decocção, são um tônico para os nervos e um remédio para as hemorragias renais.

Também combatem vermes.

Cozinha-se um punhado em uma ou duas xícaras de água, adoça-se com mel, e toma-se durante o dia.

Folhas: As folhas do mamoeiro têm aplicação no preparo de um chá digestivo, que pode ser dado livremente às crianças.

Nos Estados Unidos, as folhas verdes do mamoeiro costumam ser secadas e reduzidas a pó e empregadas na confecção de remédios digestivos.

O suco leitoso extraído das folhas oferece excelentes propriedades vermífugas e tem também utilidades terapêuticas como digestivo e vulner.

Em diversos lugares, os nativos o usam para tratar eczemas, verrugas, úlceras, chagas.

Resultado de imagem para MAMÃO

Valor Alimentício

O mamão, quando maduro, é uma fruta saborosa e nutritiva.

O fruto maduro contém doses apreciáveis de papaínas e possui boas qualidades digestivas.

O mamão é um alimento aperiente e ideal para o desjejum, pois contribui para satisfazer as exigências nutricionais do organismo, de manhã, e “limpa” o aparelho digestivo.

Auxilia, além disso, na manutenção do equilíbrio ácido-alcalino do corpo e, nesta sua função, supera o melão, que é considerado um dos melhores álcali-formadores.

 

O centro meduloso do tronco do mamoeiro, raspado e secado, é uma guloseima semelhante ao coco ralado.Possui boas propriedades nutritivas.

Em alguns lugares é aproveitado no preparo de rapaduras.

O mamão é rico em vitaminas e minerais, tendo cota generosa de vitamina A (pró-vitamina), vitaminas do complexo B e rico teor de vitamina C.

Para aumentar o aproveitamento do ferro numa refeição, pode-se comer pão preto (integral de gergelim) com boa quantidade de mamão.

 Resultado de imagem para MAMÃO

Resumo das propriedades medicinais

Acidose: Fazer refeições só de mamão. Mastigar algumas sementes.

Anginas: Cataplasma local com a polpa do mamão miúdo e ácido.

Asma: Proceder como indicado em diurese.

Bronquite: Proceder como indicado em rouquidão ou em gripe.

Calos: Aplicar no local o “leite” do mamão, de preferência o “leite” das folhas.

Câncer: Comer em jejum, mastigando, 15 sementes de mamão. Após as refeições, comer cerca de 10 sementes. E são necessários outros cuidados específicos.

<

Chagas: Proceder como indicado em feridas.

Constipação intestinal: Ver laxante.

Difteria: Além dos cuidados médicos indispensáveis, pingar na garganta, frequentemente, gotas do látex diluído em um pouco de água; gargarejar com esse líquido.

Distúrbios da Digestão: Proceder como indicado em estômago.

Dispepsia: Proceder como indicado em estômago.

Diurese: Recomenda-se fazer refeições exclusivas de mamão ou de suco de mamão. Comer, juntamente, algumas sementes.

Eczemas: Proceder como indicado em feridas.

Eructações: Ver flatulência.

Estômago: Recomenda-se usar mamão maduro em abundância e fazer, esporadicamente, refeições exclusivas desta fruta. Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamão por dia.

Feridas: Aplicar no local o “leite” extraído das folhas.

Doenças do Fígado: Mastigas umas 10 ou 15 sementes de mamão após o almoço.

Flatulência: Proceder como indicado em estômago. Depois de secas, moer as sementes. Preparar um decocto com o pó, filtrar, e tomar morno meia xícara após as refeições.

Gastrite: Ver estômago.

Gripe: Infusão das flores do mamoeiro-macho com um pouco de mel. Tomar 2 a 3 xícaras por dia, mornas.

Icterícia: Proceder como indicado em diurese.

Inchações dos pés: Ver pés.

Influenza: Ver gripe.

Desordens do Intestino: Proceder como indicado em estômago.

Laringite: Proceder como indicado em rouquidão.

Laxante: Fazer refeições exclusivas de mamão, de preferência no desjejum. Comer, juntamente, algumas sementes.

Nervos/ estresse: Picar a raiz do mamoeiro e cozinhar. Tomar duas ou três vezes ao dia.

Para a beleza, ou manchas e rugas da pele: Massagear diariamente a pele com mamão maduro.

Inchações e inflamações dos Pés: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Aplicar, pulverizado e misturado em um pouco de água e sal, na forma de cataplasma, sobre o local.

Prisão de ventre: Proceder como indicado em laxante.

Doenças respiratórias: Proceder como indicado em tosse.

Resultado de imagem para MAMÃO

Reumatismo: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Pulverizar e preparar um decoto com esse pó. Filtrar e tomar 3 a 4 vezes por dia.

Rouquidão: Infuso das flores com um pouco de mel. Tomar uma colher de sopa de hora em hora.

Tosse: Picar bem o mamão, misturar com um pouco de mel, levar ao forno. Tomar o xarope que se forma cada vez que a tosse se manifestar. Proceder também como indicado em rouquidão ou em gripe.

Traqueíte: Proceder como indicado em rouquidão.

Tuberculose: Proceder como indicado em tosse. Comer regularmente após o almoço umas dez sementes de mamão.

Úlceras: Proceder como indicado em feridas.

Verminoses: Dissolver 15 gramas (ou uma e meia colher de sopa do suco leitoso do mamão (látex ou “leite”) em meia xícara de água adoçada com mel.

O “leite” extraído das folhas é melhor.

Meia hora depois, tomar purgante de óleo de rícino com suco de limão.

Ou moer as sementes secas, preparar um chá com este pó e tomar meia xícara em jejum.

Ou misturar as sementes pulverizadas com mel de abelhas e tomar três colheres de sopa ao dia.

Ou preparar um decocto das raízes do mamoeiro, adoçar com mel e tomar três xícaras por dia.

Ou tomar o chá das folhas do mamoeiro.

Pode-se experimentar cada um desses procedimentos alternadamente.

Verrugas: Proceder como indicado em calos.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

 

fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2016/todos-os-poderes-do-mamao-saiba-como-usar-esta-fantastica-fruta-para-combater-mais-de

Uma pessoa normal, dependendo das condições, pode suar muito à noite, o que cria um terreno fértil para ácaros. Os cientistas estimam que pode haver em torno de 1,5 milhões ácaros que vivem em média na cama e se alimentam de restos de pele e andam por nossos lençóis enquanto nós dormimos.

ggewggwegwgeeg

 

Não é apenas sua existência, como também deixam para trás problemas para os seres humanos. Suas excreções podem irritar, causar alergias e surtos de asma quando inalado. Os cientistas dizem que deixar sua cama desfeita pode não fazer muita diferença, mas, se você fizer imediatamente a sua cama, os lençóis vão prender milhões de ácaros que vivem em sua cama, alimentando de células mortas da pele e suor e potencialmente contribuindo para a asma e problemas de alergia. Uma cama desfeita e descoberta, no entanto, expõe as criaturas ao ar fresco e a luz e ajuda a desidratar e matá-los.

Resultado de imagem para ácaros no colchão

Fazer sua cama mais tarde depois de seu café da manhã é uma boa escolha. E você deve lavar seus lençóis e fronhas cada uma ou duas semanas. Alguns especialistas recomendaram deixar sua cama desfeita o dia inteiro, economizando tempo quando você chegar em casa à noite. Após a exposição de um dia ao ar fresco e à luz, a maioria dos ácaros em sua cama terão morrido, e te dando uma desculpa científica do porque você não arrumou sua cama.

Fonte:https://showdedicas.net/?p=25834

Página 2 de 1.499« Primeiro...23...5...Último »
© 2017 · Se for copiar, cite a fonte!
Site Desenvolvido por: